Com vaga assegurada, Zé Roberto mira agora o 1.º lugar

Depois da sofrida vitória por 3 a 2 sobre a Holanda, nesta sexta-feira, que assegurou a classificação da seleção brasileira para a segunda fase do Campeonato Mundial Feminino de Vôlei, o técnico José Roberto Guimarães disse que a próxima meta da equipe é assegurar o primeiro lugar do Grupo C. A disputa será neste sábado, às 2 horas (de Brasília), contra os Estados Unidos."O resultado que tivermos aqui será levado para a segunda fase, e com a primeira colocação ficaremos com uma margem de segurança para os próximos confrontos", afirmou o técnico, que está preocupado com os confrontos contra Rússia e China - que também somam três vitórias até agora, e se enfrentam no mesmo horário de Brasil x Estados Unidos. Vencendo os cinco jogos na primeira fase, o time garante vantagem ao menos sobre um desses rivais - e só dois se classificam para as semifinais.Zé Roberto lembrou que já previa dificuldades diante da Holanda, um time, para ele, evoluiu muito nos últimos anos. Para ele, o mais importante foi ver que pode contar com a levantadora titular Fofão, que havia sido poupada contra o Casaquistão por causa de dores na panturrilha. "Estávamos ansiosos por isso, ela estava preocupada, mas jogou e não sentiu dores?.A principal chave para a virada brasileira, depois de estar perdendo por 2 a 1, foi a variação de jogadas de meio-de-rede - tanto que Walewska foi a maior pontuadora da partida, com 20 pontos. "Erramos muito no passe, mas o bloqueio foi bem", destacou Zé Roberto.O técnico da Holanda, Avital Selinger - que era levantador da equipe que perdeu para o Brasil a final da Olimpíada de Barcelona, em 1992 -, gostou da atuação de sua equipe, e creditou a derrota à dificuldade em atacar. "Deixamos que o Brasil nos pressionasse, mas estamos em evolução e esse jogo foi uma espécie de vestibular para que possamos jogar em alto nível", comentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.