Fredson Souza|MCV|Divulgação
Fredson Souza|MCV|Divulgação

Cruzeiro vence final e leva título do Sul-Americano de Vôlei pela 4ª vez

Time brasileiro supera Bolívar e garante vaga no Mundial da Polônia

Estadao Conteudo

25 Fevereiro 2017 | 21h02

O Sada Cruzeiro segue com a sua rotina de títulos. Neste sábado, a equipe mineira conquistou pela quarta vez o título do Campeonato Sul-Americano de Clubes ao derrotar na decisão, em Montes Claros (MG), o Bolívar, da Argentina, por 3 sets a 0, com parciais de 26/24, 25/23 e 25/23.

Os placares das parciais demonstram que a decisão do Sul-Americano foi bastante equilibrada. Porém, o Bolívar não conseguiu evitar a conquista do Cruzeiro, que venceu a competição sem perder sequer um set nas quatro partidas que disputou em Montes Claros, uma campanha que o credencia a disputar, mais uma vez, o Mundial de Clubes, que neste ano será realizado na Polônia.

O título assegurado neste sábado se junta aos que foram conquistados em 2012, 2014 e 2016 pelo Cruzeiro. E para superar o Bolívar neste sábado, o time mineiro contou, mais uma vez, com grandes atuações dos colombianos Leal e Simón, além do brilho de Isac.

O bom desempenho cruzeirense foi reconhecido na entrega das premiações individuais do Sul-Americano, com Leal sendo eleito o MVP do torneio e escolhido para o time ideal, que também contou com William, Simón e Rodriguinho da equipe mineira.


Na disputa pelo terceiro lugar do Sul-Americano, foi um time da Argentina quem se deu melhor. O UPCN, que caiu para o Cruzeiro nas semifinais, superou o anfitrião Montes Claros por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/19 e 25/23.

Mais conteúdo sobre:
Sada Cruzeiro vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.