Alexandre Arruda/CBV
Alexandre Arruda/CBV

Cruzeiro vence Vôlei Futuro por 3 sets a 0 e garante vaga na final da Superliga

A equipe mineira enfrentará o Sesi, no domingo de Páscoa, na final da competição masculina

estadão.com.br

15 de abril de 2011 | 22h52

SÃO PAULO - Com o apoio de sua torcida, que lotou o estádio em Contagem, o Sada/Cruzeiro venceu o Vôlei Futuro por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/23 e 25/20, fez 2 a 1 no confronto das semifinais e garantiu vaga na decisão da Superliga masculina no domingo de Páscoa, contra o Sesi, em Belo Horizonte.

 

Em clima mais ameno do que na primeira partida, quando o jogador do Vôlei Futuro, Michael, foi fortemente hostilizado pela torcida mineira, as provocações fizeram parte do confronto. Por vezes a torcida gritou "Richarlyson", em referência ao jogador de futebol, que já foi envolvido em polêmicas relativas à homossexualidade, e também "Doutor, eu não me engano, o Michael é atleticano".

 

Dentro da quadra, o Cruzeiro foi melhor durante todo o primeiro set, se aproveitando também dos constantes erros de saques do Vôlei Futuro. Já no segundo set, quem começou melhor foi a equipe visitante, e abriu três pontos de vantagem.

 

Mas, a equipe da casa voltou a equilibrar a partida, impulsionada principalmente por sua torcida, e virou o jogo após uma bola de segunda errada de Ricardinho. A equipe manteve a vantagem e fechou em 25/23 o set.

 

O terceiro set foi o mais pegado. O Cruzeiro abriu quatro pontos, fazendo 10/6, mas o Vôlei Futuro reagiu e não deixou os mineiros abriram mais do que dois pontos. Só que no momento da decisão pesou a tranquilidade cruzeirense, que fecharam o jogo em 25/20, fazendo 3 sets a 0 e garantindo vaga na final.

O meio de rede Douglas Cordeiro, do Sada Cruzeiro, foi eleito o melhor atleta da partida. O atleta foi ainda o maior pontuador com 14 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.