Divulgação
Divulgação

Dante comemora bom momento dentro e fora da quadra

Filho do jogador já está em casa após ter problemas de saúde; meta agora é o título do Paulistão

Redação,

26 de outubro de 2009 | 15h33

O ponta Dante, campeão olímpico com a seleção brasileira em Atenas (2004) e prata em Pequim (2008), afirma viver um momento especial de sua carreira e também na sua vida. Neste ano, ele não pôde defender o Brasil por problemas de saúde do seu filho, mas Antônio, de 1 ano e meio, já está em casa ao lado de sua filha mais velha, Giovanna, de 5 anos, e sua esposa Cibele.

Agora, ele pensa inclusive em defender a seleção no último torneio da temporada, a Copa dos Campeões, em novembro no Japão. "Esse ano senti muita falta do ambiente da seleção, que é sensacional. Vi meus companheiros conquistando títulos (Liga Mundial e Campeonato sul-americano) e me deu muita vontade de voltar", declarou.

No entanto, a principal meta de Dante neste momento é conquistar o Campeonato Paulista pelo Brasil Vôlei Clube/São Bernardo, que faz a final diante do Sesi-SP. No primeiro jogo da série melhor de três, triunfo da equipe do ABC, que atuou em casa e ganhou por 3 sets a 0 (25/22, 25/21 e 25/23) neste domingo.

"Merecemos essa vitória por todo o trabalho, pela competência e pela vontade de ganhar que nós todos sentimos", afirmou. "Aqui, temos um grupo fantástico. São 14 jogadores prontos para jogar qualquer partida, em qualquer momento do campeonato. E a nossa união faz a diferença. Uma ligação como a que temos aqui só senti na seleção", assinalou.

"Uma das provas da força do nosso grupo é que chegamos a três finais consecutivas (Sul-americano de clubes, Jogos Abertos do interior e Campeonato Paulista) sem três peças fundamentais", disse Dante, referindo-se ao meio-de-rede Michael, ao oposto Tuba e ao líbero Serginho, que vinham como titulares e se ausentaram da equipe por lesões.

A segunda partida da final do Paulistão, que pode garantir o título ao São Bernardo em caso de vitória, é nesta quinta-feira, às 18h30, com mando do Sesi. "Final é outro campeonato. Estamos enfrentando uma grande equipe, com jogadores experientes, acostumados a disputar decisões e o público é o grande beneficiado com esse espetáculo que está sendo a final do Paulista", destacou Dante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.