De virada, Juliana/Larissa conquistam etapa catarinense

Dupla n.º 1 do Brasil derrota Renata e Talita por 2 sets a 1 (16/18, 18/14 e 15/10), em Florianópolis

Redação

24 de fevereiro de 2008 | 12h51

As campeãs pan-americanas Juliana e Larissa conquistaram, neste domingo, o segundo título da dupla no Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia 2008. Na decisão da etapa de Florianópolis, a dupla, atual tricampeã da competição, derrotou Renata e Talita por 2 sets a 1, com parciais de 16/18, 18/14 e 15/10. A decisão foi uma repetição da final da primeira etapa da temporada, na semana passada, em Xangri-lá (RS), onde Juliana e Larissa também levaram a melhor. O terceiro lugar da etapa catarinense ficou com Maria Elisa e Val. "Obter estes resultados é até certo ponto inesperado para nós, que fizemos a preparação voltada para o Circuito Mundial. É muito importante no começo deste ano tão importante. Nos dá mais ânimo e confiança de que nosso trabalho está sendo feito com correção. Já pudemos notar uma evolução em relação à etapa anterior. Tanto que a final foi em alto nível, com as duplas errando muito pouco", analisa Juliana. O primeiro set da decisão teve as duplas se alternando na liderança do placar. Juliana e Larissa chegaram a abrir 14/12, mas cederam a igualdade no 15.º ponto. No fim da parcial, em um ataque de Renata, a dupla vice-líder do ranking nacional fechou em 18/16. Juliana e Larissa começaram o segundo set de maneira arrasadora. A dupla conseguiu uma seqüência de cinco pontos e logo se viu em vantagem: 8/2. Aproveitando o forte saque de Renata, a dupla adversária reagiu e chegou a diminuir a desvantagem para um ponto (9/10). Aí foi a vez de Juliana brilhar com um ponto de saque e um de ataque. Com isso, as campeãs pan-americanas passaram a liderar em 14/9 e fecharam o set em 18/14, após um ataque de Larissa. O set decisivo permaneceu equilibrado até o 10.º ponto. Foi a hora de Larissa forçar o saque, conseguindo dois pontos, e fechar a parcial e o jogo com 15/10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.