Jose Coelho/EFE
Jose Coelho/EFE

Destaque da seleção de vôlei, Leal se diz ansioso para estrear em 'casa'

Brasil fará seis jogos em Cuiabá e Brasília, válidos pela Liga das Nações

Redação, Estadao Conteudo

16 de junho de 2019 | 19h58

Maior pontuador da vitória tranquila por 3 sets a 0 da seleção masculina de vôlei sobre Portugal, neste domingo, no encerramento da terceira semana da Liga das Nações, o cubano naturalizado brasileiro Yoandy Leal disse estar ansioso para atuar pela primeira vez no País com a equipe nacional.

Depois de três semanas jogando na Polônia, Japão e Portugal, a equipe treinada por Renan Dal Zotto retornará ao Brasil para a disputa das duas últimas etapas da fase classificatória do torneio.

"Fizemos o dever de casa, somando mais três pontos hoje, quando jogamos muito bem. Isso é importante para chegar em casa e seguir em um ritmo forte. Estou muito feliz por chegar em casa agora, diante da torcida brasileira de novo, agora pela seleção, e espero que dê tudo certo", disse Leal, que marcou 15 pontos diante dos portugueses.

Entre os dias 21 e 23 de junho, a seleção brasileira estará em Cuiabá (MT), onde enfrentará Bulgária, Alemanha e Rússia, e de 28 a 30, jogará em Brasília (DF), onde terá como adversários França, Canadá e Itália.

Leal é o primeiro jogador estrangeiro a defender a seleção masculina de vôlei. Natural de Havana, capital cubana, o ponteiro saiu de seu país em 2011 e se naturalizou brasileiro em 2015, depois do sucesso no Cruzeiro.

Ele teve de esperar até a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) liberá-lo para defender o Brasil a partir de 2019 e estreou pela seleção três vezes campeã olímpica na vitória sobre a Austrália por 3 a 2, pela segunda rodada da Liga das Nações. Em pouco tempo, o cubano-brasileiro, que atualmente joga no Lube Civitanova, da Itália, virou um dos destaques do time.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    • Fernando Torres se despede do futebol no Japão em jogo contra Iniesta e Villa
    • Torcedores do PSG não querem mais Neymar em Paris
    • Merecido! Sampaio Basquete conquista o bicampeonato da LBF
    • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
    • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.