Destaque do Brasil, Lipe se emociona após vitória suada na Liga Mundial

O Brasil travou um duelo duro com os Estados Unidos nesta quinta-feira para continuar vivo na Liga Mundial. Quando o jogo começava a escapar das mãos do time de Bernardinho, o ponteiro Lipe entrou acertando os ataques e contagiando time e torcida com sua vibração, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. No fim do jogo, com o nome gritado nas arquibancadas, Lipe vivenciou um dos momentos mais emocionantes de sua carreira.

RONALD LINCOLN JR., Estadão Conteúdo

16 de julho de 2015 | 19h14

"Eu nunca tive isto, não. O pessoal chamando meu nome, fiquei emocionado para cacete (sic)", disse o jogador. "Mas o importante foi a confiança que o time teve. Sei que nem sempre essa animação vai dar certo. Por mim, quero sempre soltar o leão na quadra, mas é preciso saber dosar."

Lipe entrou na vaga de Murilo, que não estava bem na partida, no terceiro set, em um momento em que a seleção norte-americana abria a vantagem para abrir 2 sets a 1. "O time todo estava aguerrido. O Lipe entrou bem no fundamento que eu queria, que era o passe e também foi importante no ataque", avaliou Bernardinho.

Com Lipe no time, o Brasil ainda venceu o quarto set e garantiu a vitória por 3 a 1. "Estou feliz pela postura, por a equipe ter conseguido sair da situação em que estava. Nossos contra-ataques funcionaram, mas o bloqueio não foi tão bom. Continuamos também a errar no saque", apontou o técnico.

Para chegar à semifinal o Brasil torce por diferentes resultados na partida entre França e Estados Unidos nesta sexta-feira. Basicamente, a seleção de Bernardinho torce por vitória dos franceses sobre os norte-americanos. Se a França vencer dois sets na partida, mesmo que seja derrotada, classifica a si mesmo e o Brasil.

A seleção brasileira avança também se os Estados Unidos vencerem por 3 a 0. Neste caso, avançam brasileiros e norte-americanos no grupo, que só tem as três equipes - a outra chave tem Itália, Sérvia e Polônia. Se os EUA baterem a França por 3 a 1, os três times ficarão empatados no grupo e os dois classificados serão definidos pela média de pontos desta fase final da Liga.

"Ter de esperar não é a melhor das situações. Vou ter muita ansiedade amanhã na hora do jogo", admitiu Lipe. As semifinais serão disputadas no sábado. E a final está marcada para o domingo, também no Maracanãzinho.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiLiga MundialBrasilLipe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.