Douglas e Maurício, da seleção de vôlei, trocam farpas por causa de quadrinho de herói bissexual

Companheiros no time de Renan Dal Zotto usaram de suas contas pessoais nas redes sociais para discutir

Redação - O Estado de S.Paulo

A seleção brasileira masculina de vôlei não vive seus melhores momentos fora das quatro linhas. Um atrito envolvendo dois jogadores tomou conta das redes sociais nesta sexta-feira. Maurício Souza e Douglas Santos trocaram farpas em suas contas. O motivo: a orientação sexual de um herói de uma revista em quadrinhos.

Maurício usou de suas redes sociais para criticar o fato de que a nova versão do super-homem é bissexual. O jogador ironizou a escolha da empresa que desenha o personagem dizendo que "vai nessa que vai ver onde vamos parar..."

Douglas e Maurício, da seleção de vôlei, trocam farpas por quadrinho de herói bissexual. Foto: Frank Augstein/AP

Revoltado, Douglas também usou de suas redes sociais para apoiar a decisão da editora e aproveitou para rebater o companheiro de seleção. "Se uma imagem como essa te preocupa, sinto muito mas eu tenho uma novidade pra sua heterossexualidade frágil. Vai ter beijo sim", escreveu.

Continua após a publicidade

"Obrigado DC por pensar em representar todos nós e não só uma parte", escreveu, agradecendo a editora. Maurício, por sua vez, retrucou. "Aqui é frágil igual esticador de canto de cerca!"

Os dois serviram juntos ao time de Renan Dal Zotto que disputou a Olimpíada de Tóquio. Douglas, que é homossexual, já passou por episódios homofóbicos antes, durante viagem para a Itália. Ele e o namorado foram detidos no aeroporto de Amsterdã por 15 horas. A situação só foi resolvida quando seu empresário e o Vibo Valentia, time que defende, intervieram e conseguiram a autorização de entrada dos dois na Holanda.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato