Divulgação/CBV
Divulgação/CBV

Drussyla sofre fratura e vira desfalque da seleção feminina de vôlei

Ponteira contundiu a mão direita e previsão de retorno às quadras é de pelo menos um mês

Estadão Conteúdo

09 Junho 2018 | 12h54

Dois dias após encerrar sua participação na quarta semana da Liga das Nações, a seleção brasileira feminina de vôlei sofreu uma baixa antes da retomada da competição, na próxima semana. A ponteira Drussyla sofreu uma fratura na mão direita e foi cortada do grupo. Seu retorno é estimado em pelo menos um mês.

+ Tudo sobre vôlei!

+ Maior pontuador, Douglas celebra vitória da seleção de vôlei, mas cobra evolução

+ Seleção masculina sofre, mas vence o Irã em 5 sets na Liga das Nações

A jogadora sofreu uma fratura impactada na base do quinto metacarpo da mão direita causada por um trauma, informou a seleção neste sábado. Ela levou a pancada no quinto set da vitória brasileira sobre a Rússia, na quinta, em Jiangmen, na China.

"Ontem [sexta-feira] fizemos um Raio x e detectamos uma fratura impactada na base do quinto metacarpo da mão direta. Essa é uma fratura de bom prognóstico. Ela vai permanecer em tratamento fisioterapêutico", afirmou o médico da seleção, Júlio Nardelli.

A jogadora já retornou ao Brasil para iniciar o tratamento. "Assim, ela não passará por viagens longas e poderá ter uma recuperação mais rápida. A expectativa é que ela retorne às quadra em torno de quatro semanas", disse Nardelli, referindo-se às viagens da seleção durante a competição.

A seleção precisa de apenas uma vitória para garantir sua vaga na fase final da Liga das Nações. O próximo jogo, já pela quinta semana da competição, será contra a Bélgica, na terça-feira, dia 12, na cidade italiana de Eboli. Tailândia e a anfitriã Itália serão as adversárias seguintes, na mesma semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.