Alexandre Arruda/Divulgação
Alexandre Arruda/Divulgação

Em volta às quadras, Mari vê do banco Unilever vencer na Superliga

Equipe do Rio bateu o Usiminas/Minas por 3 sets a 0, com parciais de 25/14, 25/18 e 25/21

AE, Agência Estado

18 de fevereiro de 2011 | 09h38

Afastada das quadras desde o dia 26 de agosto do ano passado, quando lesionou o joelho direito defendendo a seleção brasileira em jogo contra a Polônia no Grand Prix, a campeã olímpica Mari voltou às quadras oficialmente na noite da última quinta-feira, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio. No local, o seu time, a Unilever, venceu o Usiminas/Minas por 3 sets a 0, com parciais de 25/14, 25/18 e 25/21, em partida válida pela quarta rodada do returno da Superliga feminina de vôlei.

Mari, porém, ficou apenas no banco de reservas da equipe comandada pelo técnico Bernardinho, que optou por não colocar a atacante em quadra. Apesar da grande ansiedade que tinha de voltar a atuar, a jogadora ficou conformada com a situação.

"Achei que entraria no primeiro set. Esperei entrar também no segundo. No terceiro, com o jogo mais equilibrado, já sabia que não entraria. Mas só de correr do vestiário até a quadra para o aquecimento já me deu um alívio muito grande. Com cinco meses de (após a) cirurgia, eu poderia ainda não estar aqui", ressaltou Mari, satisfeita com a sua recuperação.

Sem Mari em quadra, a maior pontuadora do jogo desta quinta foi a oposto Sheilla, da Unilever, com 17 pontos. "Faltaram alguns detalhes, mas o time está melhorando. O jogo foi bom e estamos conseguindo nos soltar mais em quadra", disse o grande destaque do confronto.

Com 14 vitórias em 15 partidas até aqui, a Unilever se manteve na liderança da Superliga, agora com 29 pontos, enquanto o Usiminas/Minas tem 25, com dez vitórias e cinco derrotas.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiSuperliga femininaUnileverMari

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.