Equilíbrio no Grand Prix de vôlei

Os primeiros confrontos do Grand Prix Brasil de Vôlei deram uma amostra do que será a Superliga, equivalente ao Campeonato Brasileiro, que começa em janeiro. Na competição feminina do GP, a Rexona/Curitiba conseguiu sua reabilitação nesta sexta-feira, ao vencer Santo André por 3 sets a 1, com 25/17, 25/21, 26/28 e 25/22, em 1h37, no ginásio do Pinheiros. A Rexona volta à quadra sábado, às 18h, para enfrentar a Blue Life/Pinheiros com transmissão da SporTV."A Rexona não fez mais do que sua obrigação. O jogo foi reflexo do anterior, contra a MRV/Minas, quando teve a vitória na mão e acabou perdendo. Agora as jogadoras viram que não podem menosprezar as adversárias. Nós não estamos em condições de ?refrescar? contra ninguém", disse Hélio Griner, técnico do time de Curitiba.No outro jogo do grupo, na quinta-feira, também no Pinheiros, o time da casa venceu Santo André por 3 a 0, com 25/10, 25/18 e 25/18. Neste sábado, a equipe de Belo Horizonte joga com Santo André às 16h.Pelo Grupo C, com sede no Rio de Janeiro, haverá duas partidas neste sábado: Nuceng/Macaé x Açúcar União/São Caetano, às 18h, ACF/Campos x BCN/Osasco em seguida.Pela competição masculina do GP, o Banespa, atual campeão paulista, estreou com derrota para a Unisul, terceira colocada na Superliga passada, que fechou 3 sets a 0, com 23/25, 19/25, 26/28 em Blumenau. As duas equipes, que estão no grupo C, voltam à quadra neste sábado: às 18h, a Unisul faz o jogo dos times catarinenses contra a Intelbrás/São José; às 20h, o Banespa enfrenta o Bunge/Barão. Na primeira rodada, o Bunge havia passado pela Intelbrás por 3 a 2, parciais de 22/25, 25/23, 22/25, 25/23 e 18/16.Pelo grupo A, em Belo Horizonte, o Shopping ABC/Santo André também estreou com derrota nesta sexta-feira para Suzano, que fechou 3 a 1 com 25/23, 21/25, 25/17 e 25/22. Neste sábado, enfrenta a Uneb/Brasília às 18h, no ginásio do Minas Tênis Clube. No principal jogo da noite, a bicampeã brasileira Telemig/Minas joga com Suzano depois da estréia com vitória sobre a Uneb por 3 a 0, com 25/20, 25/14 e 25/16.Carlos Alberto Castanheira, o Cebola, técnico do Minas, gostou de sua equipe, mas apontou algumas falhas. "Como em toda estréia, sentimos algumas dificuldades, causadas por nossas deficiências. Ainda precisamos ganhar mais entrosamento no conjunto. Sabemos que podemos evoluir durante o campeonato."Pelo grupo B, em Araraquara, a equipe gaúcha Ulbra bateu o Palmeiras/Guarulhos no ginásio Gigantão por 3 sets a 0, com 25/22, 27/25 e 25/19. Em seguida, a Lupo/Náutico, equipe local, passou por Bento Gonçalves também por 3 a 0, com parciais de 25/21, 25/19 e 25/16.No GP, os times se dividem em três grupos a cada fim de semana. As equipes jogam entre si e, após as etapas classificatórias, os quatro times mais bem posicionados passam para a fase final. As semifinais serão disputadas no sistema de cruzamento olímpico e os vencedores disputam o título.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.