Divulgação / FIVB
Divulgação / FIVB

Estados Unidos vencem a Sérvia, garantem 1º lugar e vão à semi da Liga das Nações

Se o Brasil passar em primeiro no outro grupo, enfrenta a Turquia; se classificar em segundo, pega as norte-americanas

Estadão Conteúdo

29 Junho 2018 | 07h50

A seleção norte-americana feminina de vôlei venceu a Sérvia nesta sexta-feira por 3 sets a 0, com parciais de 29/27, 25/22 e 25/19, e garantiu vaga na semifinal da Liga das Nações - a fase final da disputa acontece em Nanquim, na China.

+ Seleção feminina atropela Holanda e garante vaga na semifinal da Liga das Nações

+ Zé Roberto exalta atuação do Brasil contra a Holanda: 'Estou orgulhoso'

Com duas vitórias no Grupo B, os Estados Unidos avançaram na primeira colocação da chave. A outra vaga ficou com a Turquia, que havia perdido para as norte-americanas, mas na quinta-feira bateu a Sérvia por 3 sets a 2.

As seleções classificadas agora aguardam pela definição do Grupo A para conhecer as adversárias da próxima fase. A seleção brasileira venceu o jogo de estreia contra a Holanda, garantiu a vaga para a semifinal, e nesta sexta-feira, às 9h30 (de Brasília), encara a China no duelo que vale a liderança da chave.

Se o Brasil confirmar a primeira colocação, enfrentará a Turquia no sábado, às 4h (de Brasília). Caso perca, terá pela frente os Estados Unidos, também no sábado, mas às 8h45. A seleção brasileira é a atual campeã do torneio que no ano passado era chamado de Grand Prix e vai em busca de seu 13º título.

No duelo desta sexta-feira, os Estados Unidos encontraram dificuldade apenas no primeiro set. Depois, conseguiram encaixar seu jogo e não deram chances para a Sérvia. Michelle Bartsch-Hackley mais uma vez foi o destaque do time norte-americano e terminou a partida como maior pontuadora, ao colocar 16 bolas na quadra adversária.

 

Mais conteúdo sobre:
vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.