Daniel Dal Zennaro/EFE
Daniel Dal Zennaro/EFE

EUA batem Rússia e embolam grupo no Mundial de Vôlei

Derrotadas pelas Itália por 3 sets a 0 na quarta-feira, as norte-americanas reagiram nesta quinta ao fazerem 3 sets a 1 nas russas

Estadão Conteúdo

09 de outubro de 2014 | 18h18

A vitória da China sobre a República Dominicana, nesta quinta-feira, classificou o Brasil à semifinal do Mundial Feminino de Vôlei. O rival da próxima fase, porém, é uma incógnita. Afinal, no outro grupo desta terceira fase está tudo embolado e tanto Rússia quanto Itália ou EUA podem avançar na primeira ou na segunda colocação.

Derrotadas pelas Itália por 3 sets a 0 na quarta-feira, as norte-americanas reagiram nesta quinta ao fazerem 3 sets a 1 na Rússia (25/19, 25/23, 15/25 e 25/23), em Milão. Assim, somaram três pontos e seguem vivas.

Na sexta, a Itália joga podendo perder por até 3 sets a 1 para avançar no primeiro lugar do Grupo G, enquanto a Rússia precisa de uma vitória por 3 a 0 ou 3 a 1 para continuar sonhando.

O Brasil, no Grupo H, pode perder por até 3 sets a 2 para a República Dominicana que mesmo assim assegura o primeiro lugar. Aí, encararia o segundo colocado da outra chave, no sábado. A final do Mundial acontece no domingo. O Brasil busca seu primeiro título.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.