EUA encerram jejum e levam Liga Mundial de vôlei pela 1a vez

A seleção masculina de vôlei dosEstados Unidos, maior potência mundial do esporte na década de1980, voltou a brilhar neste domingo ao conquistar, no Rio deJaneiro, o título da Liga Mundial pela primeira vez nahistória. Os bicampeões olímpicos de 1984 e 1988 derrotaram a Sérviapor 3 sets a 1 (26-24, 23-25, 25-23 e 25-22) e subiram aodegrau mais alto do pódio na Liga pela primeira vez desde que otorneio anual foi criado, em 1990. Os norte-americanos, que ainda tiveram que enfrentar asvaias da torcida brasileira no Maracanãzinho, foram osresponsáveis por tirar o Brasil da decisão, ao vencer por 3sets a 0 na semifinal de sábado. A conquista dos EUA foi liderada pelo veterano levantadorLloy Ball, de 36 anos, que foi eleito o melhor jogador da fasefinal da Liga. A equipe ainda teve o líbero Richard Lambournena relação dos melhores do torneio. William Priddy, que já havia brilhado contra o Brasil, foio principal pontuador da equipe contra os sérvios, com 21 bolasna quadra adversária. O sérvio Ivan Miljokvic, com 28 pontos,foi o principal atacante da decisão. A terceira posição da Liga Mundial ficou com a Rússia, quevenceu o Brasil por 3 sets a 1 na disputa da medalha de bronze,mais cedo no domingo. Os Estados Unidos, considerado pelo técnico brasileiroBernardinho o adversário que mais sabe jogar contra a seleção,foram a maior potência mundial do vôlei masculino na década de1980, conquistando o bicampeonato olímpico em Los Angeles-1984e Seul-1988. Porém, eles subiram ao pódio olímpico pela última vez emBarcelona-1992, quando ficaram com o bronze. (Por Pedro Fonseca)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.