FIVB/Divulgação
FIVB/Divulgação

Evandro/Vitor vai à final e Ágatha/Duda disputa o bronze no vôlei de praia

Dupla masculina triunfa e feminina cai na semifinal em Varsóvia, na Polônia

Estadão Conteúdo

30 Junho 2018 | 18h51

O Brasil está em mais uma final do Circuito Mundial de vôlei de praia neste ano. Evandro e Vitor Felipe venceram três jogos neste sábado e avançaram para a disputa do ouro na etapa de Varsóvia, na Polônia. Já Ágatha e Duda foram superadas na semifinal e lutarão pelo bronze. Os dois jogos ocorrerão neste domingo.

+ Estados Unidos vão à final e Brasil pegará China pelo bronze da Liga das Nações

Os adversários de Evandro e Vitor Felipe na decisão serão os anfitriões poloneses Losiak e Kantor, em duelo às 11 horas (de Brasília). Já Ágatha e Duda encaram as norte-americanas Brittany Hochevar e Kelly Claes, às 7h35. Neste ano, o Brasil já conquistou 17 medalhas, sendo oito de ouro, seis de prata e três de bronze.

Evandro e Vitor venceram jogos das oitavas de final, quartas e semifinais neste sábado. No primeiro duelo do dia, triunfo sobre os noruegueses Mol e Sorum por 2 sets a 0, com parciais de 21/15 e 21/19. Horas depois, venceram a dupla brasileira formada por Alison e André Stein, também por 2 a 0, mesmo placar das semifinais, em que despacharam Samoilovs e Smedins, da Letônia.

Nas cinco vitórias que conquistaram até agora, a dupla brasileira perdeu apenas um set. Quando atuaram juntos, entre 2013 e 2014, Evandro e Vitor conquistaram a etapa de Berlim, na Alemanha, em 2013.

Ágatha e Duda disputaram dois jogos neste sábado, pelas quartas de final e semifinais. No primeiro duelo do dia, vitória por 2 sets a 1 sobre as norte-americanas Walsh e Branagh. Na partida seguinte, porém, foram derrotadas pelas alemãs Julia Sude e Chantal Laboureur por 2 a 0. As brasileiras já subiram ao pódio nesta temporada conquistando o ouro na etapa de Itapema, em Santa Catarina, em maio.

 

 

Mais conteúdo sobre:
vôlei de praia vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.