Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Fernanda Garay anuncia pausa na carreira para ser mãe, mas quer jogar Olimpíada

Jogadora de vôlei está com 34 anos e faz planos para se dedicar à vida pessoal pelos próximos anos

Redação, Estadão Conteúdo

12 de abril de 2021 | 13h53

A ponteira Fernanda Garay anunciou nesta segunda-feira que não renovará o contrato com o Praia Clube-MG, após o vice-campeonato da Superliga Feminina de Vôlei, por um motivo nobre: a maternidade. A jogadora, aos 34 anos, decidiu que chegou a hora de dar uma pausa na carreira para ser mãe, mas não antes de buscar o ouro olímpico nos Jogos de Tóquio-2020.

"Me sinto muito bem mentalmente e fisicamente. A cada temporada, estou mais madura. Estou às vésperas de completar 35 anos. Tive a certeza de que este é o momento (de engravidar)", anunciou a jogadora em coletiva de despedida do clube de Uberlândia (MG).

"Foram quatro temporadas de muito carinho e amor incondicional. Não me vejo atuando por outro time. Guardo o Praia Clube no meu coração com muito carinho", afirmou Fernanda Garay. "Sinto-me parte da história desse clube. Conquistei meu primeiro título de Superliga, que foi também o primeiro título do Praia. Agradeço a todas as jogadoras que estiveram comigo durante todas as batalhas".

Garay estendeu seu agradecimento aos dirigentes e treinadores. "Quero agradecer a todas as pessoas que contribuíram para eu construir essa história. Meus técnicos, todas jogadoras que jogaram comigo e se tornaram amigas, minha família, meu marido, que agora a gente vai tentar realizar esse sonho e concretizar essa etapa", discursou.

Apesar de anunciar a saída do clube, ela ainda tem uma missão antes de ser mãe. Fernanda Garay espera estar na lista das jogadoras que vão atrás do ouro olímpico em Tóquio. Ela foi campeã em 2012 e quer fechar seu ciclo na seleção com o bicampeonato.

"Depois da decepção no Rio-2016, recebi a convocação com muito orgulho. No último ano, não me sentia bem e por isso não defendi o país. Agora, me sinto bem e, quem sabe, conquisto minha vaga em Tóquio para brigar por uma medalha", afirmou. "Estou muito feliz com a chance de encerrar esse ciclo representando o Brasil".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.