Finasa vence e está na final do 3.º turno da Superliga

Em partida muito disputada, equipe de Osasco bate fora de casa o Brasil Telecom por 3 sets a 2

Agencia Estado

29 de janeiro de 2009 | 00h26

O Finasa/Osasco (SP) foi a Brusque enfrentar o Brasil Telecom (SC) nesta quarta-feira e, mesmo fora de casa, conseguiu a vitória por 3 sets a 2 (25/15, 25/19, 18/25, 24/26 e 15/13). O resultado garantiu o time paulista na final do terceiro turno da Superliga feminina de vôlei, ainda com uma rodada de antecedência. O time se garantiu em primeiro no Grupo B, e espera o vencedor da outra chave. A disputa está entre Rexona/Ades (RJ) e São Caetano/Blausiegel (SP).Veja também:São Bernardo vence Náutico pela Superliga masculinaA equipe do ABC paulista ainda tenta fazer a final do turno graças a vitória desta quarta-feira. Em casa, o time passou pelo Praia Clube/Futel (MG) por 3 sets a 0 (25/17, 26/24 e 25/12). Além de deixar o time em segundo no Grupo A da Superliga, a vitória também levou o São Caetano à terceira posição na classificação geral, atrás apenas do Rexona e do Finasa.Mesmo com o triunfo por 3 a 0, o técnico Chicão cobrou atenção de suas jogadoras. "Estávamos atrás do placar, mas conseguimos uma boa recuperação e vencemos um set que estava praticamente perdido. Depois voltamos a ter atenção no jogo e conseguimos imprimir um ritmo forte para sair com essa importante vitória. Hoje, no voleibol, ninguém mais é bobo e não podemos dar nenhuma chance ao adversário", disse o treinador.Ainda nesta quarta pela Superliga feminina, duas equipes mineiras venceram e continuam na zona de classificação à próxima fase, entre as oito melhores. O Mackenzie/Cia. do Terno (MG) derrotou o Medley/Banespa (SP) por 3 sets a 1 (25/18, 23/25, 25/17 e 25/19), enquanto o Minas Tênis Clube (MG) passou pelo lanterna Cativa/Pomerode (SC) por 3 sets a 1 (25/15, 16/25, 25/22 e 25/20). No outro jogo da noite, o Sport/Maurício de Nassau (PE) ganhou do Vôlei Futuro (SP), fora de casa, por 3 a 0 (25/19, 25/22 e 25/22).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.