França vence a Sérvia e ambas as seleções vão às semifinais da Liga Mundial

Com o resultado, a anfitriã Polônia foi eliminada

Estadão Conteúdo

15 de julho de 2016 | 15h42

Atual campeã, a França derrotou a Sérvia por 3 sets a 2 nesta sexta-feira, com parciais de 25/20, 25/19, 24/26, 19/25 e 15/12, na última rodada do Grupo J1 da Liga Mundial de Vôlei. O resultado, no entanto, deixou satisfeitas ambas as equipes, que garantiram vaga nas semifinais da competição. Pior para a Polônia, que realizou toda esta fase em casa, na cidade de Cracóvia, mas acabou na terceira colocação da chave e foi eliminada.

Franceses ou sérvios serão os adversários do Brasil nas semifinais. O time de Bernardinho ainda entra em quadra na tarde desta sexta-feira, mas já garantiu uma das duas vagas da chave K1 para a próxima fase com antecipação.

Se confirmar a liderança do grupo, o Brasil pegará nas semifinais a França, que terminou em segundo da chave J1 com três pontos. Caso passem em segundo, os brasileiros terão pela frente a Sérvia, que terminou com quatro pontos.

Nesta sexta, a frança contou com grandes atuações de Antonin Rouzier, Earvin Ngapeth e Nicolas Marechal para vencer. Rouzier terminou como principal pontuador da partida, com 22 pontos, seguido de Ngapeth, com 20, e Marechal, com 18. Pela Sérvia, os destaques foram Uros Kovacevic e Srecko Lisinac, ambos com 17 pontos.

A vitória e a classificação da França aconteceram sob clima de luto por conta do ataque da última quinta-feira que deixou pelo menos 84 mortos na cidade de Nice. Um caminhão avançou contra uma multidão, reunida para assistir aos fogos de artifício do Dia da Bastilha na Riviera francesa.

Antes da partida entre sérvios e franceses, foi respeitado um minuto de silêncio, durante o qual os jogadores da França se abraçaram no centro da quadra, em um emocionante momento. Eles ainda atuaram com uma braçadeira preta, indicando o luto pela tragédia do dia anterior. Os organizadores da competição também fizeram sua parte e coloriram o lado externo do ginásio com as cores do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.