Arquivo/AE
Arquivo/AE

Francesca Piccinini polemiza em entrevista na Itália

Musa da seleção de voleibol feminino afirma já ter sido assediada por colegas de profissão

Redação,

20 de outubro de 2009 | 14h40

Musa do voleibol italiano, Francesca Piccinini, que em setembro conquistou com a sua seleção o bicampeonato europeu, polemizou na noite desta segunda-feira em entrevista ao programa de TV da Itália Le Iene Show.

A jogadora afirmou que existe homossexualismo no vôlei feminino e disse já ter sido assediada por colegas. Segundo ela, existe um hábito no esporte de uma olhar os seios das outras no vestiário.

Piccinini ainda contou detalhes de relações sexuais com antigos namorados. Disse que uma vez um deles se vestiu com as roupas que ela entra em quadra. "Mas não gostei tanto", declarou.

A atleta também falou sobre a sua rivalidade com a apresentadora de TV e modelo Eleonoire Casalegno, que teria 'perdido' dois namorados para a jogadora: o DJ Ringo e o cantor Omar Pendrini.

"Não roubei homem de ninguém, eles simplesmente estavam lá. Sei que ultimamente ela me odeia, mas não entendo a razão", destacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.