Humilde, Bernardinho diz que meta do Rexona é final

O Rexona-Ades dominou completamente a fase classificatória da Superliga Feminina de Vôlei. Campeã de três dos quatro turnos, a equipe terminou com tranquilidade na liderança geral e por isso terá vantagem de sempre decidir em casa as séries melhor-de-três das quartas-de-final e da semifinal.

AE, Agencia Estado

20 de março de 2009 | 18h25

No entanto, o técnico Bernardinho faz questão de ressaltar que os resultados obtidos até o momento fazem parte do passado. Para seguir em busca do quarto título seguido da Superliga, o time terá que passar pelo Minas Tênis nas quartas-de-final. O primeiro confronto será no sábado, às 13 horas, em Belo Horizonte. "Tivemos uma semana intensa de preparação. Temos a intenção de fazer o nosso melhor. Nosso objetivo é chegar à decisão e vamos seguir trabalhando firme para isso", comentou.

"A equipe do Minas teve um grande mérito que foi chegar aos playoffs. Elas contam com três jogadoras mais experientes e é um time bem alto. Elas serão francoatiradoras neste jogo", destacou o treinador.

Segundo Bernardinho, a decisão de fazer a primeira partida fora de casa tem como objetivo jogar a pressão para cima das adversárias. "Se vencermos, depois elas terão de buscar um resultado fora de casa", explicou.

Já a líbero Fabi, campeã olímpica com a seleção brasileira em Pequim, disse que agora começa a fase mais importante do campeonato e que a partir desse momento todos os times estão em igualdade de condições. "O Minas é um time que tem tradição. Jogar fora de casa é sempre complicado, principalmente no ginásio delas que tem uma torcida muito grande e participativa."

Para ela, qualquer erro pode estragar os planos da temporada inteira. "De uns dois anos para cá, as quartas-de-final estão sendo decididas em uma série melhor-de-três e não em melhor-de-cinco jogos como era antes. Por isso, qualquer tropeço pode ser fatal. Não podemos correr riscos", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.