Iugoslávia preocupa Bernardinho

A seleção brasileira masculina de vôlei enfrenta às 7 horas (de Brasília) de sábado, em Tóquio, no Japão, o adversário mais difícil de toda a temporada, na opinião do técnico Bernardo Rezende, o Bernardinho. O confronto com a Iugoslávia, atual campeã olímpica e européia, é válido pela Copa dos Campeões, que termina domingo. "A Iugoslávia é o melhor time do mundo no momento. Ganhou o europeu dando show", observa Bernardinho, para quem os iugoslavos têm um sistema de jogo bem trabalhado, grande poder de ataque e eficiência no sistema defensivo. Bernardinho destacou o levantador Nikola Grbic (27 anos e 1,94 m), o oposto Miljkovic (21 anos e 2,06 m), o meio-de-rede Geric (24 anos e 2,03 m) e o ponteiro Vujevic (27 anos e 1,92m). "O Miljkovic tem o melhor ataque do mundo. O Geric é o melhor central do campeonato italiano e o Vujevic é o mais técnico do momento. É absurdo." O time titular do Brasil deve ser: Maurício, André Nascimento, Nalbert, Dante, Henrique e Rodrigão. Serginho é o líbero. Henrique tem sido o maior destaque brasileiro nas estatísticas do torneio. Está revezando a liderança nos números do bloqueio com Miljkovic. A rodada de sábado terá também os confrontos entre Cuba x Japão e Coréia do Sul x Argentina. Domingo, no encerramento do torneio, o Brasil joga com o Japão, a Iugoslávia enfrenta a Coréia e Cuba pega a Argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.