Jaqueline se apresenta à seleção e exalta convívio com nova geração do vôlei

Aos poucos, a seleção brasileira feminina de vôlei vai ficando mais completa. Nesta semana, se apresentaram ao técnico Zé Rboerto Guimarães nomes importantes do elenco principal, como as levantadoras Dani Lins e Ana Tiemi, a central Adenízia, a oposto Ivna e a líbero Camila Brait. No grupo que chegou agora ao CT do Vôlei, em Saquarema (RJ) também está a ponta Jaqueline, figura principal de um elenco que, por enquanto, não conta com Thaissa, Fabiana, Sheilla e Fê Garay.

Estadão Conteúdo

21 de maio de 2015 | 16h45

Como a seleção brasileira vai disputar, de forma concomitante, o Grand Prix e os Jogos Pan-Americanos, Zé Roberto vai montar duas equipes distintas. Para isso, está trabalhando com um grupo grande de atletas, que inclui novos nomes como a lavantadora Macris, a oposto Jéssica, a ponta Rosamaria e a central Bárbara.

"Essa troca com as meninas mais novas é muito produtiva. O Zé está tendo a oportunidade de conhecer melhor esses novos talentos. Acredito nessas meninas. Elas têm muito a crescer e vão dar continuidade ao trabalho das gerações anteriores", comenta Jaqueline.

A ponta garante que o Brasil quer os dois principais títulos da temporada. "São duas competições muito importantes que vão acontecer na mesma época. O Zé Roberto vai mesclar as duas equipes, com jogadoras experientes e outras mais novas. Queremos os títulos das duas competições e vamos trabalhar muito para isso. Sabemos que o cenário internacional está cada vez mais competitivo e que não será fácil."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.