Jogadora brasileira é flagrada em antidoping na Itália

O Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni) divulgou nesta terça-feira que a brasileira Elisângela Pereira Paulino, jogadora do Castellaneta, foi pega no exame antidoping em jogo válido pelo Campeonato Italiano feminino de vôlei.Elisângela utilizou a substância isomepteno, um tipo de estimulante e que pode ser encontrado em analgésicos, durante a partida entre o Castellana e o Jesi, no dia 22 de novembro.A jogadora, de 28 anos, é a segunda melhor pontuadora brasileira do Campeonato Italiano, atrás apenas de sua companheira de time, Soninha. Em todo torneio, ela é a 26ª melhor pontuadora, com 121, na frente de jogadoras como Jaqueline, da seleção brasileira. No Brasil, ela defendeu as equipes do Força Olímpica, Macaé, Brasília e Suzano, até se transferir para a Turquia em 2002. Elisângela estava na Itália há três temporadas, todas pelo Castellaneta, que ocupa a oitava posição do Campeonato Italiano, com cinco vitória em dez jogos. A jogadora deve ser suspensa preventivamente até a realização da contraprova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.