Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Jogadoras do Brasil preveem jogo difícil contra a Alemanha

Seleção entra em quadra pela segunda vez no Grand Prix a partir das 10 horas deste sábado no Maracanãzinho

Agencia Estado

31 de julho de 2009 | 17h51

Passada a ansiedade da estreia, com a vitória por 3 a 0 sobre Porto Rico, o Brasil volta a quadra neste sábado, às 10 horas, para seu segundo compromisso no Grand Prix de vôlei: será contra a Alemanha, às 10 horas, no Maracanãzinho. As duas equipes venceram na estreia sem perder set - as alemãs derrotaram os Estados Unidos -, e o jogo deve valer o título simbólico do quadrangular disputado no Brasil.

Veja também:

linkBrasil estreia com vitória no Grand Prix de vôlei

"Será um jogo totalmente diferente, uma pauleira. A Alemanha defende e saca muito bem", alertou a meio-de-rede Fabiana. Brasil e Alemanha se enfrentaram uma vez neste ano, no Montreux Volley Masters, na Suíça, com vitória brasileira por 3 a 0.

"Elas estão com a base da equipe que disputou a Montreux. Mas, lá na Suíça, elas não contaram com a Fürst. Nossa equipe de estatística assistiria ao jogo delas contra os Estados Unidos e nos passará todas as informações", disse a líbero Fabi, lembrando que o técnico da seleção alemã, o italiano Giuliano Guidetti, é um admirador confesso do vôlei brasileiro. "Com certeza ele conhece muito bem o estilo do nosso time. Além disso, é um grande amigo do Zé Roberto. O estilo delas jogarem é bem parecido com as equipes do voleibol italiano", concluiu Fabi.

Às 13 horas, no segundo jogo do dia, Estados Unidos e Porto Rico jogam pela reabilitação. No domingo, o Brasil enfrenta a seleção norte-americana, e a Alemanha enfrenta Rorto Rico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.