Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Jogadores do Vôlei Futuro e Cimed podem ser suspensos pelo STJD

Eles se envolveram em confusão na partida entre as duas equipes realizada em dezembro

estadão.com.br,

09 de janeiro de 2011 | 18h10

SÃO PAULO - Cimed (SC) e vôlei Futuro (SP) podem ter problemas nas próximas rodadas da Superliga masculina de vôlei. Jogadores das duas equipes foram denunciados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por uma confusão na partida entre as duas equipes realizada em 13 de dezembro de 2010 em Araçatuba (SP), e vencida pelo time catarinense por 3 sets a 2, com parciais de 25/23, 36/34, 20/25, 29/31 e 15/8.

No julgamento, marcado para o próximo 11 de janeiro, terão que comparecer o central Jardel, do time de Florianópolis, o meio de rede Luizinho e o líbero Daniel, ambos da equipe paulista.

De acordo com a denúncia, Jardel e Luizinho se desentenderam após a partida e trocaram empurrões. Já Daniel, que sequer estava relacionado para o jogo, saiu da arquibancada e partiu em direção ao técnico adversário, Marcos Pacheco, tendo que ser contido pelos seguranças para evitar a agressão.

No julgamento no STJD, Jardel pode pegar até 24 jogos de suspensão; Luizinho corre o risco de ficar seis partidas fora; e Daniel tem pena prevista de até seis confrontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.