Líderes vencem com facilidade na Superliga feminina

Rexona/Ades e Finasa/Osasco ganham suas partidas e continuam dominando a competição nacional

Agencia Estado

17 de janeiro de 2009 | 21h43

As duas melhores equipes da Superliga feminina de vôlei não tiveram trabalho para vencerem seus jogos neste sábado, pela segunda rodada do 3.º turno da competição. Rexona/Ades (RJ) e Finasa/Osasco (SP) ganharam fora de casa e seguem em primeiro e segundo lugares, respectivamente.No ginásio Geraldo Magalhães, no Recife, o time do Rio de Janeiro derrotou o Sport/Maurício de Nassau (PE) por 3 sets a 0, com parciais de 25/13, 29/27 e 25/11. Agora com 29 pontos, o Rexona já acumula 14 vitórias em 15 partidas disputadas até o momento.A mesma facilidade encontrou o time de Osasco, que não teve dificuldades para ganhar do Mackenzie/Cia. do Terno (MG) por 3 sets a 0, no ginásio do Mackenzie, em Belo Horizonte. As parciais foram 25/17, 25/13 e 25/20. O clube paulista tem agora 25 pontos - 11 vitórias e três derrotas.Em posição intermediária na tabela, o Pinheiros/Mackenzie (SP) conseguiu um importante resultado positivo ao derrotar o Vôlei Futuro (SP) por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/13 e 25/15, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (SP). Agora com 20 pontos (seis vitórias e oito derrotas), o clube da capital paulista está em sexto lugar.Quem perdeu a chance de ganhar pela primeira vez nesta Superliga foi o Cativa/Pomerode/ (SC). O clube do interior de Santa Catarina recebeu o Praia Clube/Futel (MG), de Uberlândia, e foi derrotado por 3 sets a 2. As parciais foram 23/25, 26/24, 25/18, 15/25 e 15/13.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiSuperliga de vôleiRexona/Ades

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.