Maioria do grupo bicampeão não comemorará título no Brasil

A festa dos jogadores pelo bi no Mundial de Vôlei masculino vai durar pouco no Japão. E a torcida no Brasil não poderá contar com desfile em carro aberto dos bicampeões, já que apenas o ponta Samuel e a comissão técnica voltarão ao País - a chegada está prevista para a manhã deste terça. O resto dos jogadores ficará na Europa e nem terá tempo para festejar.De Tóquio, todo o grupo segue para Paris, no começo da tarde desta segunda-feira. Todos os jogadores, exceto o levantador Marcelinho e o ponta Dante - que irão para a Grécia -, viajarão à Itália. Os atletas que disputam o Campeonato Italiano terão apenas dois dias de folga. Na quarta-feira, já se reapresentam a seus clubes e a próxima rodada da competição já começa na sexta.Nos clubes, também a situação de Giba é confortável: seu time, o Cuneo, é o líder do torneio. O Treviso, de Gustavo, que no ano passado foi campeão, segue na terceira posição. Samuel, que aos poucos ganha espaço no time de Bernardinho, voltará para Belo Horizonte, onde defenderá o Telemig/Minas na Superliga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.