Maria Elisa/Carol avança às oitavas no primeiro dia do vôlei de praia em Haia

Dupla brasileira se classifica ao fazer 2 sets a 1 sobre finlandesas

Estadão Conteúdo

15 de junho de 2017 | 20h50

O primeiro dia da chave principal feminina da etapa de Haia do Circuito Mundial de Vôlei de Praia não foi dos melhores para o Brasil. Das quatro duplas do País em ação, somente uma garantiu vaga nas oitavas de final nesta quinta-feira: Maria Elisa/Carol, justamente aquela que só chegou à competição depois de passar pelo qualifying.

Maria Elisa e Carol foram as únicas brasileiras que venceram suas duas partidas nesta quinta. Na estreia, elas passaram pelas finlandesas Lahti e Parkkinen por 2 sets a 1, com parciais de 21/17, 20/22 e 15/11. Depois, bateram as eslovacas Strbova e Dubovcova em dois sets (21/16 e 21/10) para garantir vaga nas oitavas.

Mas as outras três duplas brasileiras não tiveram a mesma sorte, venceram apenas uma de suas partidas e terão que disputar a repescagem. Larissa e Talita, por exemplo, estrearam batendo as belgas Mouha e Grelen em dois sets (21/18 e 21/15), mas caíram na sequência para as suíças Heidrich e Vergé-Dépré também por 2 a 0 (21/18 e 21/15).

No Grupo D, Ágatha e Duda passaram na estreia pelas australianas Artacho del Solar e Ngauamo (21/13 e 21/16), mas perderam para as norte-americanas Hochevar e Day (21/15 e 21/17). Situação idêntica à de Bárbara Seixas e Fernanda Berti, que superaram as norueguesas Lunde e Ulveseth (21/17 e 21/14) e perderam para australianas Bawden e Clancy (12/21, 21/14 e 15/9).

MASCULINO - Na chave masculina, o dia foi de rodada única, e bem mais vantajosa para o Brasil. Álvaro Filho/Saymon, George/Vítor Felipe e André/Evandro estrearam com vitória, enquanto somente Pedro Solberg/Guto foi derrotado entre as duplas que representam o País.

Atuais campeões brasileiros, Álvaro Filho e Saymon venceram na estreia os holandeses Varenhorst e Van Garderen por 2 sets a 0, com parciais de 23/21 e 21/14. Também em dois sets, André e Evandro passaram pelos eslovenos Zemljak e Pokersnik, com parciais de 21/17 e 21/19.

A parceria recém-formada entre Vítor Felipe e George teve mais dificuldade, mas bateu os canadenses Pedlow e Schachter em três sets: 21/16, 19/21 e 15/12. Já Pedro Solberg e Guto não tiveram a mesma sorte contra os checos Perusic e Schwiner, caindo também em três sets: 21/17, 19/21 e 15/12.

Tudo o que sabemos sobre:
vôlei de praia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.