João Pires/Fotojump
João Pires/Fotojump

Minas e Praia vencem e vão se enfrentar na final da Superliga Feminina

Equipes farão final mineira após passarem pelos paulistas Bauru e Osasco

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2019 | 00h33

A final da Superliga Feminina será mineira na temporada 2018/2019. Nesta segunda-feira, o Praia Clube, de Uberlândia, e o Minas confirmaram o favoritismo e fecharam suas respectivas séries pelas semifinais em 2 a 0, em confrontos com os paulistas Sesi-Bauru e o Osasco.

Time de melhor campanha na fase de classificação, o Minas é um dos mais tradicionais clubes brasileiros, mas não disputava a final da Superliga Feminina há 15 anos. E esse jejum chegou ao fim nesta segunda-feira, quando o time fez 3 sets a 1, com parciais de 25/15, 19/25, 27/25 e 25/19, sobre o Osasco, no duelo disputado no Ginásio José Liberatti.

O Minas havia vencido o primeiro jogo da série, em Belo Horizonte, também por 3 a 1. Campeão da Superliga pela última vez em 2002, o time agora terá pela frente o atual vencedor do torneio nacional: o Praia.

Após triunfar no primeiro confronto da série, disputado no interior paulista, o time não teve problemas para bater o Sesi-Bauru por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/21 e 25/14 na noite desta segunda-feira.

Agora, então, a CBV vai definir a tabela das finais da Superliga Feminina, que terá o seu campeão definido em nova série melhor de três jogos.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiSuperliga Feminina de Vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.