Minas pode conquistar título amanhã

Telemig/Minas e Banespa podem encerrar amanhã a Superliga Masculina de Vôlei, em partida marcada para às 19h no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. Caso o time mineiro ganhe o jogo, fechará a série melhor-de-três jogos em 2 a 0 e conquista o tricampeonato. Caso o Banespa ganhe, leva a decisão para o próximo jogo, sábado que vem, também em Minas Gerais. Depois de quase cinco meses, as duas equipes finalistas foram as que têm bases mais sólidas em se tratando do voleibol nacional. De um lado, o Minas Tênis Clube, com mais de 50 anos revelando talentos, dentre eles André Nascimento e Henrique, que integram a Seleção Brasileira de Bernardo Rezende. De outro, o Banespa, que tem como gerente José Montanaro Júnior - que foi medalha de prata na Olimpíada de 1984, em Los Angeles. Na década de 80, o time paulista foi responsável pela formação de talentos como Tande, Giovane, Marcelo Negrão e Maurício, jogadores que conquistaram a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona/92. A equipe do Banespa, comandada por Mauro Grasso, hoje conta com a experiência de Giovane e a empolgação do jovem Murilo para buscar o empate na série final. Além disso, a equipe conta com o melhor defensor da Superliga, o líbero escadinha. Grasso sabe que não será fácil bater o Minas. "Só conseguiremos vencer se superarmos os erros do primeiro jogo, em que demos 46 pontos para eles apenas nos erros", declara o técnico. Pelo Telemig, Dante é a principal arma do ataque. O jogador é o segundo melhor atacante da competição, e está contando com o Mineirinho lotado para derrotar os paulistas. "Acho que o público deve lotar o Mineirinho, ainda mais depois que o MRV/Minas ficou com o título da competição feminina. Por causa do título das meninas, é bem capaz de o ginásio estar mais cheio do que quando elas ganharam e colocaram mais de 20 mil pessoas lá dentro. Belo Horizonte é uma cidade apaixonada por vôlei. As pessoas têm orgulho de contar com dois dos melhores times do país", conta Dante. Seu companheiro de Seleção Brasileira, o levantador Maurício, afirma: "A torcida vai lotar o ginásio, tenho certeza. Os mineiros vibram muito e são calorosos. E esse incentivo. Mas o mais importante é o Telemig Celular/Minas jogar bem. Essa deve ser a nossa maior preocupação.Precisamos ter sempre na cabeça o primeiro confronto. Só tivemos sucesso quando fomos guerreiros e mostramos raça.Espero que o grupo tenha aprendido com isso", disse Maurício. Apesar de ressaltar o respeito pelo Banespa, Maurício garantiu que o resultado do primeiro jogo foi determinante para o grupo."Estamos muito mais motivados. O mais legal nessa virada foi que provamos nos três últimos sets que não estamos caindo como muitos vinham afirmando", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.