Minas vira em cima do Cimed e conquista segundo turno

Vitória por 3 a 2, de virada, é a vingança dos mineiros sobre os catarinenses, que perderam invencibilidade

AE, Agencia Estado

21 de dezembro de 2008 | 00h10

O Vivo/Minas finalmente conseguiu se vingar das últimas derrotas para o Cimed/Brasil Telecom, de Florianópolis. A equipe mineira perdia por 2 sets a 0 neste sábado, mas virou a partida na capital catarinense e venceu por 3 a 2 (28/30, 24/26, 25/22, 25/20 e 15/13), conquistando assim o título do segundo turno da Superliga masculina de vôlei. De quebra, o Minas ainda quebrou a invencibilidade do Cimed, que já durava 12 partidas na competição.Depois de ver o Cimed triunfar na decisão da última Superliga, novamente perder para o time catarinense na final do primeiro turno desta temporada, e ainda ser derrotado na última terça-feira, o Minas mudou a história do confronto a partir do terceiro set em Florianópolis, quando se impôs e foi superior até o final da partida. O primeiro set da equipe mineira já tinha sido bom, mas a derrota veio no fim. O Cimed, por sua vez, se desconcentrou nos últimos sets e cometeu muitos erros.A vitória do Minas fora de casa e o título do segundo turno foram muito comemorados pelos jogadores da equipe mineira. Além do retrospecto desfavorável, o time de Belo Horizonte entrou em quadra neste sábado sem o meio-de-rede André Heller, que ficou de fora da partida por causa de uma virose. Pelo mesmo motivo, André Nascimento não estava 100%, mas jogou no sacrifício.Além do título, a vitória no Ginásio Capoeirão deixou o Minas apenas um ponto atrás do Cimed na classificação. O time mineiro agora soma 24 pontos, contra 25 da equipe catarinense.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiSuperliga de vôleiCimedMinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.