Gil Leonardi/Secom
Gil Leonardi/Secom

Mundial Interclubes de Vôlei muda para o Mineirinho

Território do atual campeão, Sada Cruzeiro, foi escolhido após pedidos da torcida e de patrocinadores

AE, Agência Estado

24 de março de 2014 | 18h37

BELO HORIZONTE - O Cruzeiro anunciou nesta segunda-feira que o Mundial Interclubes Masculino de Vôlei, que estava programado para acontecer em Betim (MG) pelo segundo ano consecutivo, agora será realizado em Belo Horizonte, no Mineirinho. A equipe do Sada/Cruzeiro é a atual campeã mundial e vai em busca do bicampeonato entre os dias 5 e 10 de maio.

"Pela primeira vez o torneio será realizado em Belo Horizonte, no local considerado o templo do vôlei, a maior estrutura que temos no Estado, atendendo a uma reivindicação dos nossos torcedores e também de patrocinadores. Tentaremos repetir o formato de sucesso que tivemos em 2013", comentou Vittorio Medioli, presidente do Sada Cruzeiro.

O governo de Minas concordou com a mudança acreditando que, por conta da proximidade com a Copa do Mundo, o Mundial em Belo Horizonte possa ter cobertura de mais órgãos da imprensa internacional.

"É um período muito bom porque já estaremos respirando Copa, num momento de internacionalização de Minas Gerais e de Belo Horizonte, quando temos uma expectativa de receber 130 mil turistas estrangeiros em 50 dias, inclusive jornalistas. Acho que pode até haver uma cobertura maior em nível internacional por conta da presença de alguns jornalistas estrangeiros na capital", opinou Tiago Lacerda, secretário de Esportes e Turismo do Estado.

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB), que anunciava o Mundial em Betim, concordou com a mudança para o maior ginásio de Minas Gerais. "O novo local representa uma fase excepcional da competição, na qual os clubes masculinos vão competir e dar o seu máximo em busca do título. O ginásio do Mineirinho é um local extraordinário, histórico para o voleibol, com uma atmosfera brilhante e que já abrigou várias competições da FIVB, como a Liga Mundial", elogiou Aleksandar Boricic, presidente do conselho de eventos esportivos da FIVB.

Os oito times da competição serão divididos em dois grupos. Os melhores avançam à semifinal. O Cruzeiro tem vaga garantida como atual campeão. Como venceu o Sul-Americano, que também garante no Mundial, abriu vaga para o UPCN, da Argentina, vice naquele torneio. A Europa será representada pelo russo Belogorie Belgorod, que venceu a final da Liga dos Campeões no domingo. Além do campeão da América do Norte e Central, do campeão africano e do asiático, dois times serão convidados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.