Reprodução/CBV Twitter
Reprodução/CBV Twitter

Na Itália, seleção feminina de vôlei estreia na Liga das Nações contra o Canadá

Torneio acontecerá entre esta terça-feira e o dia 27 de junho; seleções disputarão 15 partidas na fase classificatória, sendo que apenas os quatro melhores times se classificarão para a fase final

Redação, Estadão Conteúdo

25 de maio de 2021 | 08h57

A seleção brasileira feminina de vôlei estreará na edição de 2021 da Liga das Nações, nesta terça-feira, na competição que acontece em sistema de bolha na cidade de Rimini, na Itália. O time comandado pelo treinador José Roberto Guimarães jogará contra o Canadá, às 16 horas (de Brasília).

Essa será a primeira competição oficial do time nacional desde a disputa da Copa do Mundo em 2019, já que o ano de 2020 foi sem eventos por causa da pandemia da covid-19. A Liga das Nações acontecerá entre esta terça-feira e o dia 27 de junho. As seleções disputarão 15 partidas na fase classificatória. Os quatro melhores times se classificarão para a fase final e seguirão na briga pelo título.

José Roberto Guimarães comentou sobre a expectativa para a disputa da Liga das Nações e ressaltou a importância do evento em um ano olímpico.

"A Liga das Nações vai nos possibilitar jogar contra as melhores seleções do mundo. Acreditamos que precisamos jogar e colocar as nossas jogadoras em ação para irmos moldando o time e ver quais são as jogadoras que vão representar o Brasil nos Jogos de Tóquio. Temos que aproveitar ao máximo esse tempo na Itália para chegarmos bem em Tóquio que é o nosso principal objetivo", disse o treinador.

A oposta Sheilla, que vai disputar a competição pela primeira vez, também chamou a atenção para relevância da competição. "A Liga das Nações é uma competição muito importante ainda mais em ano olímpico. Vai ser o momento para o Zé Roberto definir o grupo para Tóquio. Tenho evoluído fisicamente a cada dia e estou muito motivada para disputar essa competição pela primeira vez", afirmou.

Na última edição do evento disputada em 2019, cuja fase final aconteceu em Nanquim, na China, o Brasil ficou com a medalha de prata no feminino. Perdeu na decisão para os Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.