Natália e Adenízia viram dúvida para estreia no Mundial

A seleção brasileira feminina de vôlei pode ter dois desfalques na estreia do Mundial do Japão, que acontece na madrugada desta sexta-feira, a partir das 2h30 (horário de Brasília), contra o Quênia, na cidade de Hamamatsu. Com dores, a ponteira Natália e a central Adenízia viraram dúvida. Ambas ainda serão avaliadas antes do jogo, para definir se enfrentam as quenianas.

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2010 | 13h04

Titular da seleção, Natália acordou nesta quinta-feira com dores no ombro direito. Assim, foi poupada do treino. E Adenízia, que é reserva do time do técnico José Roberto Guimarães, sofreu uma lesão no cotovelo direito durante o treinamento.

"A Natália estava bem ontem (quarta-feira), treinou normalmente. Hoje (quinta) acordou com a dor no ombro. Achamos melhor poupá-la. E a Adenízia acabou se machucando durante o treino. Vamos esperar as próximas horas para ver como se comportam", explicou Zé Roberto.

"A Natália está com tendinite no ombro direito e a Adenízia sofreu um estiramento no ligamento colateral medial do cotovelo direito. Ela sentiu uma fisgada depois de um ataque. As duas melhoraram, mas ainda serão reavaliadas", contou o médico da seleção, Júlio Nardelli.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiMundial do Japão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.