Alexandre Arruda/CBV/Divulgação
Alexandre Arruda/CBV/Divulgação

Natalia é impedida de ficar em área reservada em jogo do Pinheiros e se irrita

Jogadora do Osasco e da seleção classifica como 'ridícula' a atitude da diretoria pinheirense

estadão.com.br,

23 de fevereiro de 2011 | 14h27

SÃO PAULO - A jogadora de vôlei do Sollys/Osasco e da seleção brasileira Natalia Zilio foi impedida de sentar-se nos bancos que ficam no fundo quadra do Ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo, na noite desta terça-feira.

 

A atleta foi ao local para assistir à partida entre o Pinheiros/Mackenzie e o Vôlei Futuro pela Superliga feminina de vôlei, quando solicitaram que ela deixasse o local reservado para o clube mandante. Ela foi obrigada a acompanhar o confronto no meio da torcida, nas arquibancadas.

 

Irritada com a medida do clube, Natalia desabafou em seu perfil no Twitter: "Atitude lamentável por parte da diretoria do Pinheiros!! Por isso que as coisas não vão pra frente."

 

A decisão da diretoria pinheirense teria sido uma retaliação. No início do mês, quando Osasco e Pinheiros se enfrentaram na Grande São Paulo, as jogadores do time visitantes foram ofendidas pela torcida local.

 

 

Veja também:

linkPinheiros bate o Vôlei Futuro e assume terceira posição da Superliga feminina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.