Nova derrota em casa na Liga Mundial acende alerta na seleção

Desde quando o técnicoBernardinho assumiu o comando da seleção de vôlei masculino doBrasil, em 2001, a equipe conquistou seis vezes o título daLiga Mundial em oito edições. A equipe justamente só não ficoucom o ouro quando atuou em casa. Grandes ídolos da torcida brasileira, os jogadores voltarama decepcionar o público neste sábado, ao perder para os EUA por3 sets a 0 na semifinal da competição, no Maracanãzinho. A 13 dias dos Jogos Olímpicos de Pequim, nos quais o vôleibrasileiro tentará defender o título de 2004, a seleção deveestar contente por jogar do outro lado do planeta. "O time hoje jogou tenso, sentindo um pouco aresponsabilidade de vencer em casa, diante da torcida. Pelaprimeira vez o time acusou isso hoje. Temos que trabalhar issopara o futuro", disse a jornalistas o técnico Bernardinho,depois da derrota que deixou o Brasil de fora de uma final daLiga Mundial pela primeira vez sob comando do treinador. "Me machuca muito não estar aqui amanhã na final. Isso éalgo que por algum tempo vai me maltratar. Mas somos humanos, otime lutou até o fim. Temos que aprender com os erros e nãorepeti-los no futuro", acrescentou. Diante dos norte-americanos, que têm sido os algozes daseleção apesar do domínio brasileiro no cenário internacionalnos último anos, a equipe entregou quase um set inteiro aoadversário em erros. Foram 23 do Brasil, ante 17 dos EUA. No ataque, apenas Dante e Giba passaram da casa dos 10pontos, com 17 e 14, respectivamente, enquanto AndréNascimento, destaque ofensivo da equipe nas outras partidas,anotou apenas 6. "Temos que ver, rever, rever e rever esse jogo. No primeiroset nós erramos muito, a equipe sentiu um pouco. Pressão nóstemos em qualquer lugar, mas uma coisa certa é que aqui nóstemos muito mais assédio, é mais difícil manter o foco",afirmou o meio-de-rede Gustavo, um dos piores em quadra e que,junto com André e Sérgio, recebeu críticas do treinador depoisdo jogo. Os jogadores não procuraram desculpas para o fiasco, querepete a história de 2002, em Belo Horizonte, quando a seleçãotambém não conquistou o título da Liga jogando em casa. Naocasião, o time foi derrotado pela Rússia na decisão. O capitão Giba estava visivelmente abalado na entrevistacoletiva depois do jogo. "Foi um pecado muito grande teracontecido aqui dentro. Nós fizemos as últimas sete finais daLiga Mundial, e queríamos muito ser campeões em casa. Sópodemos pedir desculpas ao público que fez essa festa linda." O líbero Sérgio lembrou que o grande objetivo da temporadaé a Olimpíada de Pequim: "Nós perdemos e a culpa é totalmentenossa. Foi um tapa na cara, mas a gente tem que juntar osnossos cacos para a Olimpíada. O nosso objetivo maior semprefoi a Olimpíada." Nos Jogos de Pequim, que começa em 8 de agosto, o Brasilestá no Grupo A, ao lado de Itália, Bulgária, China, Japão eVenezuela. A equipe tentará o tricampeonato, após as conquistasde Barcelona-1992 e Atenas-2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.