Fabio Rubinatto/AE
Fabio Rubinatto/AE

Ônibus que transportava equipe do Vôlei Futuro tomba em Osasco

Semifinal da Superliga feminina foi cancelada pelo acidente - ninguém se machucou gravemente

estadão.com.br

12 de abril de 2011 | 20h14

SÃO PAULO - O ônibus que levava a equipe do Vôlei Futuro  para o ginásio onde a equipe enfrentaria o Sollys/Osasco, na primeira partida da semifinal da Superliga feminina 2010-11, nesta terça-feira, tombou na saída da rodovia Castelo Branco, em Osasco (SP), devido à forte chuva que atinge a cidade.

Nenhuma jogadora da equipe ficou gravemente ferida - algumas toveram apenas cortes leves. Como o ônibus ficou tombado, as jogadores e a comissão técnica do clube tiveram que sair pelas janelas de emergência.

"Queria confortar a família de todo mundo. Em estado gravíssimo, não tem ninguém, talvez um braço quebrado, a gente não sabe ainda. A impressão que eu tenho é que o ônibus caiu do começo do viaduto [que liga a rodovia à rua lateral do ginásio]. Não tinha como sair do ônibus, porque tinha que ir por cima. Foi mais um susto", explicou o técnico Willian.

A única jogadora a sofrer lesão um pouco mais séria foi a líbero Stacy Sykora, que desmaiou, ainda por motivos desconhecidos. Os torcedores da equipe de Araçatuba, ao saberem do acidente, fizeram uma longa corrente de oração. 

Com isso, a partida que seria realizada nesta noite foi cancelada e a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) irá se reunir nesta quarta-feira para definir uma nova data para o confronto.

Atualizado às 20h39 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.