Arquivo/AE
Arquivo/AE

Osasco acerta a permancência da campeã olímpica Thaísa

Oposta Natália e líbero Camila Brait também seguem na equipe vice-campeã da Superliga na próxima temporada

Redação,

28 de abril de 2009 | 19h59

O Osasco, que ressurgiu na última sexta-feira mesmo após perder o patrocínio do Bradesco para a equipe adulta feminina de vôlei, continua em processo de reestruturação já visando a temporada 2009/2010.

Nesta terça-feira, a equipe anunciou que a meio de rede Thaísa, campeã olímpica com a seleção nos Jogos de Pequim, permanecerá no grupo. Como a levantadora Carol Albuquerque já havia firmado contrato na semana passada, falta agora o time acertar com Sassá e Paula Pequeno para manter no elenco todas as medalhistas de ouro.

O atual vice-campeão da Superliga feminina também confirmou que a oposta Natália e a líbero Camila Brait permanecerão. As duas jovens atletas se destacaram na boa campanha do Osasco na competição nacional.

Com o apoio do prefeito da cidade da Grande São Paulo, Emídio de Souza, o técnico Luizomar de Moura está sendo o principal articulador da reestruturação da equipe. Nos últimos dias, ele tem entrado em contado com várias jogadoras para montar um grupo forte.

O Osasco, que contará com a ajuda de empresários da região para manter seu time feminino de vôlei, ainda não anunciou com que nome competirá na próxima temporada. O anúncio oficial da equipe deve acontecer em maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.