Washington Alves/AGF/Divulgação
Washington Alves/AGF/Divulgação

Osasco derrota Minas Tênis e permanece na caça pelo primeiro lugar

Resultado credencia time de Luizomar de Moura a sonhar pela primeira colocação, que será disputada na sexta-feira, contra a Unilever

O Estado de S. Paulo

19 de fevereiro de 2013 | 19h02

SÃO PAULO - Um dos eternos favoritos à classificação para a final da Superliga feminina, o Sollys/Nestlé, de Osasco, derrotou o Usiminas/Minas, por 3 a 0, na Arena Vivo, em Belo Horizonte, nesta terça-feira, e mantém a segunda colocação, agora com 42 pontos. O time mineiro ocupa a sétima, com 19. As parciais foram 25/20, 25/19 e 25/19, em 1h30.

Na última rodada da fase classificatória, Osasco vai duelar pela primeira colocação com a Unilever, na sexta-feira, na Grande São Paulo. No ano passado, na mesma situação, o time paulista derrotou o grande rival carioca, o que fortaleceu sua confiança para a final. Na decisão, em jogo único, o time de Luizomar de Moura levou a melhor. A Unilever tem dois pontos a mais na classificação.

A levantadora Fabíola foi considerada a melhor jogadora da partida desta terça-feira. "Estou muito feliz. Eu dependo de todas as jogadoras pro meu trabalho ser perfeito. Nossa equipe é muito forte, com jogadoras de ataque muito boas e com o passe na mão fica difícil nos vencer. Estamos fazendo um bom trabalho, mas ainda estamos crescendo".

Thaísa, já preocupada com o jogo de sexta-feira, pede atenção à defesa. "Vai ser o último jogo da rodada, um jogo muito complicado e vamos tentar nos superar. No primeiro turno não fomos bem contra elas. Agora, temos que correr atrás e buscar um resultado melhor. Nossa comissão técnica é muito competente e vai estudar bastante o time delas. Nosso poder ofensivo é muito bom, então temos que melhorar o defensivo".

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiSollysMinas Tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.