Alexandre Arruda/Divulgação
Alexandre Arruda/Divulgação

Osasco vence Pinheiros em recorde de pontos por bloqueio na Superliga

Time da Grande São Paulo fez 26 pontos neste fundamento, vencendo por 3 sets a 2

estadão.com.br

05 de fevereiro de 2011 | 19h53

SÃO PAULO - O Sollys/Osasco venceu o Pinheiros/Mackenzie por 3 sets a 2 neste sábado, pela rodada da Superliga feminina de vôlei, e entrou para a história do torneio com o maior número de pontos de bloqueio numa partida da competição: 26.

O recorde anterior pertencia à Unilever, na temporada 2005-06, quando o time carioca - que ainda se chamava Rexona -, teve 25 acertos.

O duelo entre os times paulistas, válido pela primeira rodada do returno, teve 2h09 de duração e foi disputado no Ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP). As parciais foram 25/14, 22/25, 25/21, 20/25 e 15/11.

A maior pontuadora da partida foi do Pinheiros/Mackenzie, a ponteira Soninha, que assinalou 26 pontos - 23 de ataque, dois de bloqueio e um de saque. O time de Osasco, por outro lado, terminou o jogo com uma baixa: a ponteira Jaqueline sentiu o joelho esquerdo e deve ficar fora por uma semana.

Esta foi a quarta derrota consecutiva do Pinheiros/Mackenzie em 12 jogos, acumulando oito vitórias. Já o Sollys/Osasco mantém a vice-liderança, com 10 vitórias e duas derrotas. A Unilever continua líder, com 11 triunfos e apenas um tropeço.

Troco. No duelo entre catarinenses, o Brusque venceu o Pauta/São José por 3 sets a 1 (23/25, 25/20, 25/14 e 25/19), em 2h12 de jogo, no Ginásio São José. Esta foi a terceira vitória do Brusque na competição. A maior pontuadora da partida foi a central Edna, com 16 pontos.

O torneio segue neste domingo com uma partida: Usiminas/Minas x BMG/Mackenzie, às 14 horas, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG), com transmissão do SporTV.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.