Osasco vence São Caetano e segue invicto na Superliga

Em casa, equipe precisa de pouco mais de uma hora para fazer 3 a 0; Jaqueline retornou após leão

AE, Agencia Estado

18 de janeiro de 2010 | 21h02

O aguardado duelo entre Sollys/Osasco e Blausiegel/São Caetano nesta segunda-feira foi menos disputado do que o esperado. Aproveitando o apoio da torcida, o time de Osasco venceu com tranquilidade por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/18 e 25/21, em 1 hora e 17 minutos de partida, e manteve a invencibilidade na Superliga Feminina.

Com o resultado, as duas equipes estão empatadas com 16 pontos. Mas o Osasco lidera porque tem apenas oito partidas, enquanto o São Caetano disputou nove - perdeu duas.

"O time jogou bem, mas ainda tem coisas importantes para corrigir. Estávamos vencendo por 2 sets a 0 e não precisávamos errar tantos saques. O mais importante é que o grupo está crescendo", avaliou Luizomar de Moura, técnico de Osasco.

O confronto desta segunda-feira marcou o retorno da ponteira campeã olímpica Jaqueline, que sofreu um entorse no tornozelo direito e ainda não havia atuado em 2010. O grande destaque da partida, no entanto, foi Natália. Além de 15 pontos de ataque, ela marcou três de bloqueio e outros dois de saque.

"A Natália precisa jogar e ter a responsabilidade de decidir as últimas bolas. Ela atuava como ponteira passadora, mas, desde o ano passado, optamos por colocá-la na saída. Ao mesmo tempo, não descuidamos de treinar o passe dela porque, na seleção, ela joga como ponteira. A Natália evolui a cada partida", afirmou Luizomar de Moura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.