Para jogadores, time ganhou moral para 2ª fase do Mundial

Os jogadores da seleção brasileira masculina de vôlei foram unânimes em dizer, nesta quarta-feira, que a fácil vitória sobre a Alemanha, por 3 sets a 0, no encerramento da primeira fase do Mundial, valeu muito para dar moral para a equipe para a seqüência da competição. O meio-de-rede Gustavo lembrou que o time cresce em momentos decisivos. ?O Brasil realmente jogou o que esperamos de nós mesmos. Ganhamos muita moral para seguir para a fase mais difícil. Nosso time cresce muito em jogos importantes?, afirmou.Logo na estréia pela segunda fase, em Hiroshima, os brasileiros terão pela frente a seleção dos Estados Unidos, que terminou na quarta colocação do seu grupo. Vale lembrar que os norte-americanos sempre complicaram os jogos contra o Brasil - ganharam tanto no Mundial de 2002, na Argentina, como nos Jogos Olímpicos de 2004, em Atenas (Grécia). Na seqüência desta etapa, os adversários serão República Checa, Itália e Bulgária.O levantador Ricardinho ressaltou que a melhora no saque foi decisiva para o Brasil ter jogado muito bem contra a Alemanha. ?Melhorou muito o saque. Isso é uma coisa que motiva o grupo. Conseqüentemente, fica mais fácil de chegar ao bloqueio e de ter contra-ataque. Erramos um ou outro (contra-ataque), mas foi coisa natural da partida, que vai acontecer mesmo se jogarmos a 1.000%. Estou contente com a forma como o time atuou?, disse.O confronto contra os Estados Unidos só acontecerá à 1 hora de sábado (horário de Brasília). A delegação viajará para Hiroshima nesta quinta e fará um treinamento no ginásio local na sexta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.