CBV/Divulgação
CBV/Divulgação

Para Lucão, seleção de vôlei ainda precisa 'afinar os ponteiros'

Elenco treina para o Mundial que acontecerá na Bulgária e na Itália entre os dias 9 e 30 de setembro

Estadão Conteúdo

28 Agosto 2018 | 17h50

O central Lucão falou nesta terça-feira sobre a preparação da seleção brasileira masculina de vôlei para o Mundial que acontecerá na Bulgária e na Itália entre os dias 9 e 30 de setembro. O jogador está reunido com o restante do elenco em Saquarema, no Rio, e destacou o entrosamento da equipe.

"Essas duas semanas que faltam para a estreia são as mais importantes para equilibrar o time. Tivemos três amistosos que deu para ver o que tinha de bom e ruim. Estamos no patamar um pouco melhor do que esperava. Mas precisamos ainda corrigir alguns erros. Perdemos o Lucarelli e o Mauricio, que são dois ponteiros importantes. Agora temos que afinar os ponteiros que estão chegando para que a gente chegue 100% no Mundial", afirmou o jogador.

O oposto Wallace destacou o bom condicionamento físico da seleção brasileira. "A gente vem treinando forte. O time vem fazendo grandes treinos. Tem tudo para dar certo. O Mundial não vai ser fácil, é um torneio longo. É difícil por ter jogos um atrás do outros. Mas fisicamente o time está muito redondo e isso vai fazer diferença lá na frente", afirmou.

A seleção brasileira vem de três vitórias sobre a Holanda em uma série de amistosos realizados no País. A equipe agora seguirá em 4 de setembro para a Alemanha, onde fará dois amistosos contra a seleção local, nos dias 7 e 9.

Depois, vai viajar para Ruse, na Bulgária, palco do Grupo B do Mundial. Lá, a equipe estreará em 12 de setembro contra o Egito. Holanda, França, Canadá e China serão os outros rivais da equipe nacional na chave.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.