Partida entre Vôlei Futuro e Sada ainda gera polêmica

Equipe paulista responde e afirma que erro de rodízio no jogo foi do time adversário; CBV não se pronuncia

Redação,

16 de janeiro de 2009 | 16h18

O jogo entre Vôlei Futuro (SP) e Sada/Cruzeiro (MG), pela primeira rodada do terceiro turno da Superliga masculina de vôlei, continua gerando polêmica. Após a vitória da equipe paulista por 3 sets a 1 (24/26, 25/22, 25/23 e 25/16) na quarta-feira, em Araçatuba (SP), o time mineiro alegou um erro de rodízio do adversário e chegou a cogitar a impugnação da partida.No entanto, nesta sexta, o Vôlei Futuro divulgou uma nota afirmando que quem errou o rodízio foi o próprio time do Sada. "Este dado consta na súmula do jogo", afirma o time do interior paulista.De acordo com o Vôlei Futuro, o árbitro Paulo Turci não percebeu o erro durante o quarto set e deu andamento ao confronto dando andamento ao jogo, que foi vencido pela equipe da casa.Por enquanto, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) ainda não se pronunciou sobre a polêmica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.