Divulgação
Divulgação

Paula Pequeno revela criação de time em Brasília

Equipe conta com atletas que tiveram passagem pela seleção

AE, Agência Estado

18 de junho de 2013 | 16h53

SÃO PAULO - A Superliga Feminina de Vôlei deve ganhar mais uma equipe de expressão para a próxima temporada. Neste terça-feira, a ponta Paula Pequeno confirmou que tem tudo acertado com o Governo do Distrito Federal para montar um time em Brasília. Além dela, o time terá a também veterana Érika.

"Vou jogar em Brasília. O nosso time já está sendo formado. Eu e a Érika estamos confirmadas. Tem a Veridiana, Giovanna e a gente está tentando trazer a Sassá. Também estamos resolvendo sobre o técnico. As coisas estão andando", disse a jogadora de 31 anos, que estava no Fenerbahçe, em entrevista à BandSports.

De acordo com Paula Pequeno, Érika (33 anos), ponta que foi medalhista de bronze nos Jogos de Sydney/2000 e estava na Polônia, já assinou contrato de um ano. Também estão fechadas a líbero Verê (30), do Sesi, e a central Giovanna (32), que estava no Praia Clube. Sassá, a outra desejada, é da mesma geração. Tem 30 anos e jogou a última Superliga pelo Sesi.

"Precisamos achar uma levantadora e uma outra meio de nível, que dê uma referência para a gente. É um projeto que nasce sabendo que o próximo ano, com mais tempo, mais patrocinadores, vai ser melhor ainda", destacou Paula Pequeno.

O projeto tem por trás também as ex-jogadoras Leila e Ricarda, que estavam na campanha olímpica de Sydney com Érika, e o técnico Sérgio Negrão, que deverá ser o gestor do time. Segundo ela, um técnico cubano deve ser contratado.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiSuperliga Feminina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.