Reprodução/Twitter/CBV
Reprodução/Twitter/CBV

Praia supera o Minas e fatura o bi da Supercopa Feminina de Vôlei

Na Arena Sabiazinho, equipe de Uberlândia vence por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/22 e 25/19

Redação, Estadão Conteúdo

01 de novembro de 2019 | 23h59

O Dentil/Praia Clube (MG) conquistou na noite desta sexta-feira o bicampeonato da Supercopa Feminina de Vôlei. No jogo único do torneio, em Uberlândia, na Arena Sabiazinho, a equipe foi soberana e derrotou o Itambé/Minas por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/22 e 25/19, em 1 hora e 30 minutos.

O triunfo tem importância psicológica para o Praia, pois embora tenha sido protagonista em diversos torneios na temporada passada, havia perdido as cinco últimas decisões que fez com o Minas, incluindo a da Superliga. Agora, então, demonstrou que pode alterar esse cenário na temporada 2019/2020.

A Supercopa reúne os atuais campeões da Superliga e da Copa Brasil, mas como o Minas foi o vencedor dos dois torneios, encarou na decisão o vice dessas competições, o Praia. E a decisão reuniu quatro campeões olímpicas, sendo Walewska e Fernanda Garay pelo time de Uberlândia e Thaisa e Sheilla pelo Minas.

O duelo de início de temporada teve vários desfalques, com o Praia não tendo, por lesão, a central Carol, a líbero Suelen e a oposta Monique. Pelo mesmo motivo, o Minas não pôde acionar a ponteira Acosta.

Ainda assim, o Praia conseguiu a vitória, tendo atuado com Walewska, Martínez, Pri Daroit, Fran, Fernanda Garay, Ananda e Laís, além de ter acionado Claudinha, Fawcett e Angélica. Já o Minas foi escalado com Carol Gattaz, Macris, Thaísa, Bruna Honório, Deja , Kasiely e Leia. Além disso, Sheilla, Lana e Bruna Costa entraram durante o duelo.

Agora, então, as equipes voltam as suas atenções para o Campeonato Mineiro, que começará a ser disputado na terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.