Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br
Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br

Renan Dal Zotto vê seleção de vôlei concentrada por vaga olímpica: 'É foco total'

Equipe busca vaga para Tóquio-2020 na Bulgária e vai jogar contra Porto Rico, Egito e os donos da casa

Redação, Estadão Conteúdo

08 de agosto de 2019 | 17h09

A seleção brasileira masculina de vôlei começa nesta sexta-feira a competição mais importante da temporada de 2019. Em Varna, na Bulgária, os comandados do técnico Renan Dal Zotto disputam o Pré-Olímpico de olho em um lugar nos Jogos de Tóquio-2020, no Japão, e a estreia é contra Porto Rico, às 11 horas (de Brasília). Os outros rivais serão o Egito, no sábado, e os donos da casa, no domingo.

Para estes três jogos decisivos, o treinador brasileiro garante que o time está totalmente concentrado. "Quando chegamos à Bulgária, a primeira coisa que nós falamos é que os Jogos Olímpicos já começaram. Essa é a primeira etapa e em Tóquio é a segunda. Nós temos que passar e passar bem por esta etapa. É foco total", afirmou Renan Dal Zotto.

O técnico analisou o que espera encontrar na partida de estreia contra Porto Rico. "Eles têm uma seleção experiente, vem de um Pan-Americano, o que significa que vem bem azeitada e é um time perigoso. Temos que ter toda atenção. Nosso saque é o ponto de partida para colocar a equipe deles em dificuldade. Eles têm um levantador bastante habilidoso, que acelera o jogo, e vai ser um jogo onde vamos precisar pressioná-los para sair com a primeira vitória", concluiu.

O primeiro duelo é apontado como de fundamental importância. Segundo o capitão da seleção brasileira e um dos mais experientes do grupo, o levantador Bruninho, esse é o momento de grande valor do ano de 2019.

"Esse é o campeonato mais importante da temporada. Temos três jogos para conseguir essa classificação. Treinamos bem nas duas últimas semanas, depois da Liga das Nações, e foi muito importante para todos nós pegarmos um entrosamento ainda melhor. Estamos com a cabeça boa, e quando estamos todos prontos para ajudar, é difícil bater a nossa equipe", disse.

O central Flávio também falou sobre a dedicação e a responsabilidade que a seleção tem de buscar a vaga olímpica. "Aqui estamos de vez no clima da Olimpíada. Esse é o primeiro passo para entrarmos com os dois pés em Tóquio, então é uma fase muito importante na busca por um grande objetivo. A primeira etapa é conseguir essa classificação aqui em Varna e vamos com tudo para garantir isso. Temos que pensar jogo a jogo. Cada partida tem uma grande importância e contra adversários fortes, todo cuidado é pouco", afirmou.

A seleção brasileira entra na disputa com os levantadores Bruninho e Fernando Cachopa; os opostos Wallace e Alan; os centrais Lucão, Maurício Souza, Flávio e Isac; os ponteiros Leal, Lucarelli, Maurício Borges e Douglas; e os líberos Thales e Maique.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.