Valterci Santos/MPIX/CBV
Valterci Santos/MPIX/CBV

Renan elogia Canadá e valoriza vitória do Brasil pela Liga Mundial

Técnico da seleção brasileira aprovou o desempenho da equipe na Arena da Baixada

Estadão Conteúdo

04 de julho de 2017 | 20h22

O técnico Renan Dal Zotto valorizou a vitória da seleção brasileira masculina de vôlei na abertura da fase final da Liga Mundial, nesta terça-feira, em Curitiba. Para o treinador, o triunfo por 3 sets a 1 deve ser elogiado em razão do alto nível exibido pelo rival Canadá, na quadra montada sobre o gramado da Arena da Baixada, em Curitiba.

"O Canadá faz um jogo de volume, de passe, defesa, toca no bloqueio e sai para jogar. É um time que erra pouco", analisou Renan. "Graças a boa postura da metade do jogo em diante, nós forçamos o erro deles e isso foi importante para a nossa vitória", declarou o treinador.

Renan, contudo, reconheceu as dificuldades enfrentadas pela seleção diante dos canadenses. "O nosso bloqueio demorou um pouco para funcionar. Eles têm um levantador que dificulta a nossa leitura de bloqueio e a distribuição dele é muito equilibrada. É realmente bastante difícil de marcar", comentou.

Melhor jogador do Brasil em quadra, Wallace admitiu que o fato de jogar num estádio trouxe algumas dificuldades às duas seleções. "A questão do saque é um pouco mais difícil, mas é uma questão de ambientação e nós conseguimos nos adaptar com os treinamentos e hoje vimos uma festa linda por aqui", disse o maior pontuador do jogo, com 18 acertos.

Com o triunfo, a seleção brasileira despontou na liderança do Grupo J, que conta ainda com a Rússia, o próximo adversário do Brasil, nesta quinta-feira, às 15 horas.

FRANÇA X EUA - Mais tarde, o primeiro dia da fase final foi encerrado na noite desta terça-feira com a vitória da França sobre os Estados Unidos por 3 sets a 2, com parciais de 27/25, 20/25, 26/24, 17/25 e 15/12. O Grupo K tem ainda a Sérvia.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.