Valterci Santos/MPIX/CBV
Valterci Santos/MPIX/CBV

Renan se diz preocupado com pouco tempo para preparação da seleção

Treinador terá até o dia 25, data da estreia na Liga das Nações, para trabalhar com os jogadores

Estadão Conteúdo

14 Maio 2018 | 18h26

O técnico Renan Dal Zotto admitiu nesta segunda-feira a preocupação com o pouco tempo para preparar a seleção brasileira masculina de vôlei para o seu primeiro desafio da temporada: a Liga das Nações, que passa a substituir neste ano a Liga Mundial.

+ Ex-auxiliar de Bernardinho, Rubinho renova com o Sesi-SP

Somente nesta segunda o treinador conseguiu comandar treino com o grupo completo da equipe. E a estreia na competição será já no dia 25, em Kraljevo, na Sérvia, contra os donos da casa.

"Hoje foi o primeiro treino com o grupo completo e amanhã já temos um primeiro amistoso. Sabemos que o tempo é curto e, por isso, precisamos fazer com que o aproveitamento seja o melhor possível, como foi hoje de manhã", disse o treinador.

Renan tenta alternar atividades mais leves e outras mais fortes dentro do elenco da seleção porque alguns jogadores vêm de maior desgaste físico, como aqueles que disputaram a final da Superliga, há cerca de uma semana.

O primeiro teste do time será nesta terça, no primeiro amistoso com a seleção da China, ginásio do Abaeté, em Taubaté, a partir das 22 horas. "Vai ser a primeira vez que vou ter a torcida de Taubaté do meu lado. Todas as vezes que joguei aqui foi como adversário e sei o quanto a torcida daqui empurra o time. Dessa vez, com a torcida a favor do Brasil, espero poder aproveitar esse lado positivo da torcida da casa", brincou o levantador Bruninho, capitão da seleção, que defendeu o Sesi-SP na temporada 16/17.

O segundo amistoso com os chineses será na noite de quinta-feira, às 19 horas, novamente em Taubaté.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.