FIVB/Divulgação
FIVB/Divulgação

Renan vê jogo com Austrália como 'final' para seleção de vôlei na Liga das Nações

Técnico do Brasil quer iniciar recuperação da equipe diante dos donos da casa, nesta sexta-feira às 8h10

Estadão Conteúdo

21 Junho 2018 | 13h38

Depois de quatro derrotas consecutivas, sendo três delas na quarta semana de disputas das Liga das Nações, a seleção brasileira masculina de vôlei busca a reação na quinta e última semana da fase de classificação da competição. O primeiro adversário será a Austrália, dona da casa, nesta sexta-feira, às 8h10 (de Brasília), em Melbourne.

+ Seleção masculina treina na Austrália por reação na Liga das Nações

+ Jaqueline chega ao Japão para substituir a lesionada Drussyla

+ Confira mais notícias de vôlei

Ao contrário dos brasileiros, os australianos vêm em bom momento, já que venceram os últimos três jogos, contra Alemanha, China e Itália, e estão embalados para a semana derradeira da primeira fase. Os bons resultados do rival brasileiro levaram o técnico Renan Dal Zotto a elogiar o adversário, assim como o treinador exaltou o caráter decisivo que o duelo desta sexta terá para o time nacional.

"Hoje em dia todo jogo é muito equilibrado e a Austrália é uma seleção que cresceu muito durante a competição. Vem com vitórias nesses últimos jogos, é uma equipe alta, jovem, e esse jogo é encarado como uma final. Vamos entrar focados para buscar um resultado que precisamos", afirmou o comandante.

A seleção terá uma ajuda importante para conseguir classificação à fase final da Liga das Nações, que será disputada em Lille, na França, entre os dias 4 e 8 de julho. A Austrália abriga muitos brasileiros e, sabendo disso, Dal Zotto fez um convite a eles.

"Convidamos os brasileiros que estão na região a comparecer e nos ajudar. Viemos de uma maratona muito grande, com fuso horário diferente a cada semana, mas chegamos nesta última etapa para buscar a nossa classificação. A torcida pode fazer toda a diferença neste ponto", apontou.

O capitão Bruninho chamou atenção para a motivação da seleção brasileira para estes três importantes jogos em Melbourne. "Chegamos aqui na terça à noite e não tivemos muito tempo para nos preparar e entrar no fuso horário, mas o mais importante é que o time está motivado e sabendo da importância desses três jogos", enfatizou.

Depois da Austrália, os brasileiros terão pela frente a Polônia no sábado, às 7h10 (de Brasília), e depois fecharão campanha na fase de classificação contra a Argentina, em jogo que começará ainda no sábado, às 23h10 (de Brasília e já manhã de domingo no horário australiano).

Após os últimos tropeços seguidos, a seleção brasileira caiu para a quarta posição da Liga das Nações, com 24 pontos, fruto de uma campanha de oito vitórias e quatro derrotas até aqui. Os franceses lideram, com 30 pontos somados, seguidos pelos norte-americanos, com 29, e os russos, que têm 28 pontos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.